Vale a pena correr mais riscos com os juros em queda?

Na última reunião do COPOM, os juros básicos da nossa economia (SELIC meta) foram reduzidos a 7,5% a.a., podendo chegar 7% a.a. ainda em 2017, o menor patamar da história. Com isso, os investimentos de Renda Fixa mais tradicionais, vinculados à SELIC ou ao DI passam a ter menor rendimento. Nesse cenário, parece mais vantajoso migrar para investimentos mais arriscados. Mas será que isso faz sentido para todos? Primeiramente, é importante resgatar o conceito de juros reais, que são aqueles q...
Leia mais ›

O que são TLP e TJLP?

Há algum tempo, vem ocorrendo uma discussão sobre as taxas de juros das operações de crédito concedidas via BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Muitas dessas operações tem seus juros vinculados à chamada Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), uma taxa definida pelo Banco Central, cujo valor é mais baixo do que as taxas cobradas no mercado. Diante dessa discussão, foi publicada, em 21/09/2017 a Lei nº 13.483, que extingue a TJLP e cria a TLP (Taxa de Longo Prazo). Por m...
Leia mais ›

O que é multiplicador monetário?

Também chamado de "multiplicador bancário", esse é um conceito muito importante para a oferta de crédito por parte dos bancos e o controle da inflação por parte do Banco Central. Vamos conhecer mais sobre ele? Os bancos são conhecidos como Instituições Financeiras Monetárias, pois podem receber depósitos (à vista - conta corrente ou a prazo - ex: CDBs) e utilizar esse valor para conceder crédito para seus clientes. Essa é a principal função de um banco e do Sistema Financeiro Nacional: int...
Leia mais ›

Qual o menor valor para a Selic?

Desde o final do ano passado, iniciamos um bem vindo movimento de redução nos juros brasileiros, com a meta Selic reduzindo de 14,25% a.a. para os atuais 10,25% a.a. O mercado, por meio do relatório Focus, do Banco Central, estima que os juros básicos da nossa economia terminarão ao ano de 2017 em 8% a.a., pouco mais da metade da taxa praticada ao longo de 2016. Mas qual o limite dessa redução? Esse limite foi testado no período que culminou em 2012, quando a meta Selic chegou a 7,25% a...
Leia mais ›

O que são Metas de Inflação?

No dia 28 de Junho, foi publicado o Decreto 9.083/2017, que altera o Decreto 3.088/1999, responsável pelo estabelecimento das Metas de Inflação. Mas o que são essas metas e como elas afetam nosso bolso? Essa é a pergunta a ser respondida nessa postagem. As metas de inflação foram estabelecidas em 1999, conforme citado acima, e referem-se a um teto de inflação (medida pelo IPCA - Índice de Preços a Consumidor Amplo) a ser perseguido pelo governo e que serve de balizador para a política mone...
Leia mais ›

A inflação de cada um

Temos, no Brasil, vários indicadores de inflação, como o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo - inflação oficial do governo) e o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado - Índice mais utilizado para correção de contratos de aluguel), por exemplo. Você já teve a sensação de que nenhum indicador reflete a variação de preço dos produtos e serviços que você consome? Sabe o motivo? Isso é normal. Nem mesmo entre eles, os indicadores são os mesmos. Utilizando os dois citados acima como e...
Leia mais ›

Vale a pena fazer “rancho”?

Durante muito tempo o Brasil sofreu com a chamada "hiperinflação", com os preços aumentando diariamente (em alguns momentos, mais de uma vez no mesmo dia). Isso acabou a partir do plano Real em 1995. Tal situação nos levou a um pensamento de curto prazo na realização de nossos projetos, conforme já tratado. Outra consequência foi a uma cultura de "fazer rancho" (comprar muitas quantidades das coisas que precisamos) e estocar coisas. Assim como em uma empresa, na nossa vida pessoal, há c...
Leia mais ›

Relatório Focus – Banco Central

Apesar de não ser possível "prever" o futuro da economia, é possível saber como o mercado acredita que ela vá se comportar. Estou falando do relatório Focus, do Banco Central (Bacen) tema dessa postagem. Semanalmente, o Bacen consulta as principais empresas e bancos brasileiros sobre como serão, na opinião delas, o ano corrente (atual) e os dois próximos nos seguintes indicadores, entre outros: Inflação - IPCA, IGP-DI, IGP-M e IPC-FIPE Taxa de Câmbio (Dólar - US$) - Fim do período ...
Leia mais ›

O que significa a última queda na taxa de juros?

Por mais que alguns analistas apostassem um uma queda na meta SELIC de 0,75 p.p. (pontos percentuais) como de fato aconteceu, essa opinião não era unânime e o resultado da última reunião do COPOM, em 11/01 surpreendeu muita gente. Vale ressaltar que essa foi a primeira vez, desde 18/04/2012, que tivemos uma redução tão grande na taxa básica de juros do Brasil. Qual a causa dessa queda? O que ela significa? Vamos tratar desse assunto hoje, começando pelas causas: Causas da Redução na met...
Leia mais ›

Entenda o movimento da SELIC

Na reunião da última quarta-feira (19/10/16) do Comitê de Política Monetária (COPOM), do Banco Central, foi reduzida, pela primeira vez em quatro anos, a SELIC meta, ou seja, a taxa básica de juros da nossa economia (a última redução havia sido em 11/10/2012). Até então, essa taxa estava em 14,25% ao ano (mantida nesse patamar desde 29/07/2015) e passou a ser de 14% ao ano a partir de 19/10/2016. Parece pouca diferença, certo? Porém a principal questão envolvida é a de tendência. Podemos s...
Leia mais ›