Custo Efetivo Total – CET

Prezados leitores,

Você sabe, realmente, quanto custa o crédito que você está tomando?

Quem já contratou um empréstimo, financiamento ou leasing após 2007, teve acesso a uma informação, aparentemente irrelevante, mas que representa muito: o CET (Custo Efetivo Total). Essa informação representa, como o próprio nome diz, o real custo de uma operação.

De acordo com a Resolução 3.517 do Banco Central, o CET deve ser informado ao cliente antes da efetiva contratação da operação. Ele vai englobar TODOS os custos do empréstimo, tais como:

– Juros
– Tarifas (Contratação, Manutenção, Liquidação, Cadastro, etc)
– Impostos (IOF)
– Seguros

Essa taxa é expressa em percentual (a ser aplicado sobre o valor solicitado) mensal e anual e possui duas principais finalidades:

1) Informar o real custo de uma operação de crédito;
2) Permitir a correta comparação entre bancos, pois, às vezes uma taxa de juros pode ser menor, mas haver a cobrança de tarifa de contratação.

É importante ressaltar que, quando há uma cobrança de tarifa na contratação de uma operação de crédito, a mesma NÂO é devolvida/estornada caso o cliente quite antecipadamente seu empréstimo/financiamento. No caso do financiamento imobiliário, a tarifa é cobrada mensalmente (R$ 25,00), portanto, deixa de ser cobrada quando a parcela é antecipada.

Fique atento e faça a comparação entre as opções antes de assumir um compromisso.

Mande sua pergunta sobre qualquer tema do mercado bancário, pois ela pode ser o assunto da próxima postagem.

Até a próxima!

One thought on “Custo Efetivo Total – CET

  1. Guga disse:

    Muito esclarecedor! Parabéns

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *