Vale a pena correr mais riscos com os juros em queda?

ArrojadoNa última reunião do COPOM, os juros básicos da nossa economia (SELIC meta) foram reduzidos a 7,5% a.a., podendo chegar 7% a.a. ainda em 2017, o menor patamar da história. Com isso, os investimentos de Renda Fixa mais tradicionais, vinculados à SELIC ou ao DI passam a ter menor rendimento.

Nesse cenário, parece mais vantajoso migrar para investimentos mais arriscados. Mas será que isso faz sentido para todos?

Primeiramente, é importante resgatar o conceito de juros reais, que são aqueles que recebemos acima da inflação. Em 2015, a SELIC meta estava em 14,25% a.a., porém tivemos uma inflação acumulada, medida pelo IPCA (inflação oficial do governo) de 10,67% no mesmo ano. Simplificando a fórmula dos juros reais para uma simples subtração, chegamos ao valor de 3,58% de juros reais em 2015. Guarde esse número.

Segundo a previsão do mercado, a inflação acumulada em 2017, também pelo IPCA será de 3,08%. Com uma SELIC meta projetada em 7% a.a., os juros reais projetados no final do ano serão de 3,92% a.a., superiores a 2015! Tudo isso desconsiderando que a taxa começou o ano em 13,75% a.a. e, portanto, acumulou um rendimento bem superior a 7%.

Os juros reais definem o quanto você ganha após a desvalorização do seu dinheiro causada pela inflação. Em alguns países, como Estados Unidos, essa taxa é negativa, pois os juros da economia são muito baixos.

Voltando à pergunta inicial, sempre que buscamos maiores rendimentos, temos que assumir maiores riscos. Penso que a grande redução ocorrida nos juros brasileiros em 2017 serve para estimular o investimento na chamada economia real, as empresas. Esse investimento ocorre por meio do mercado de ações ou por meio de seu próprio negócio, tornando-se empreendedor(a), como temos tratado ultimamente.

DICA DO CONSULTOR

O mais importante é respeitar seu Perfil de Investidor. Não tome decisões com base no que os outros acham ideal, informe-se e tome a decisão mais adequada às suas expectativas.

Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *