Um novo tipo de crédito consignado

credito11Entrou em vigor no dia 14 de julho a Lei 13.313, que altera a lei do crédito consignado (Lei 10.820). O que isso muda na nossa relação com o banco? Pode mudar algumas coisas…

Ela permite que os funcionários de empresas privadas tenham acesso a créditos na modalidade consignado em folha tendo como garantia:

  1. Até 10% do seu saldo do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço);
  2. Até 100% do valor referente à multa do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

A principal intenção dessa medida é a de incentivo ao crédito para aquecimento da economia e renegociação de dívidas com taxas maiores, pois, por contar com garantia, essa linha tende a ser mais barata do que as demais opções de crédito pessoal.

Cabe ao Conselho Curador do FGTS determinar o número máximo de prestações nas quais esses empréstimos serão pagos e aos bancos definirem se vão oferecer essa modalidade de crédito e qual a taxa a ser cobrada. Em razão disso, estima-se que essa nova modalidade de crédito não esteja disponível antes de setembro/2016.

DICA DO CONSULTOR

Não é porque um crédito está disponível, que devemos tomá-lo. É importante considerar a finalidade e avaliar se ele é realmente necessário. Uma possibilidade interessante que surgirá com a disponibilização dessa nova linha é a de utilizá-la para quitar créditos mais caros, como cartão de crédito, cheque especial e outras linhas de crédito pessoal com juros mais altos. Assim, você pode diminuir o comprometimento mensal de renda e começar a fazer uma poupança.

O que achou da novidade? Deixe seu comentário.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *