Turquia e a Profecia Autorrealizável

1534143727648Na semana passada, vimos uma queda na Bolsa de Valores brasileira, desvalorização da nossa moeda frente ao Dólar (entre outras) e piora nas expectativas quanto aos juros futuros.

Esses efeitos tiveram como primeira origem a crise na Turquia. A Lira, moeda turca, sofreu grande desvalorização no mercado internacional, entre outros motivos, em razão de uma grande inflação, sem que o governo tomasse medidas adequadas, segundo o mercado.

Mas existe um outro fator importante e que vai se aplicar a todos os momentos semelhantes a esse: a Profecia Autorrealizável, um fenômeno descrito como um evento que ocorre em função do medo que as pessoas tem de que ele ocorra, conforme já abordamos anteriormente.

Perante o mercado internacional, o Brasil é classificado, assim como a Turquia, como um país emergente, ou seja, nem pobre, nem rico. O caso turco faz com que os grandes investidores estrangeiros fiquem com medo de que o que ocorreu lá  na Turquia ocorra por aqui também e acabam retirando parte de seus investimentos e levando a mercados mais seguros, como os Estados Unidos e a Europa, ou para cobrir perdas em outros mercados.

Graças ao efeito da Profecia Autorrealizável, nossa moeda se desvaloriza e nossa bolsa de valores cai em razão dessa saída de Capital. Devemos lembrar que o investidor estrangeiro é  medroso e está receoso com a indefinição do nosso cenário eleitoral.

Mas não é só  o investidor estrangeiro que tem medo, muitos brasileiros, vendo a bolsa cair e o dólar subir, contribuíram com esse movimento vendendo suas ações e comprando dólares, mesmo sem precisar. Assim, acabaram realizando o prejuízo do qual tinham medo.

A boa notícia é que, mesmo com esses efeitos, nossa economia vem mostrando sinais de recuperação, mesmo que modesta, o que faz desse momento uma situação passageira.

O recado segue o mesmo: não se afobe!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *