Tem lado bom na crise?

Crise2Em um curso que estou fazendo foi abordado o caráter cíclico dos momentos de crise e bonança. Ou seja, momentos de crise são inevitáveis, mas são passageiros. Nenhum País está imune a dificuldades, mas também não há crise sem fim.

Tem uma frase que gosto de usar que diz: “Não há crise quando há planejamento”. Assim, temos que nos preparar, durante a época de crescimento da economia para podermos aproveitar nos momentos de dificuldades.

Mas como podemos aproveitar da melhor forma esses momentos de crise

1) Primeiramente, em um momento de crise, os preços dos ativos ficam menores. Isso vale para ações, imóveis, etc. Isso ocorre porque muitas pessoas buscam maior liquidez, por necessidade ou medo, gerando oportunidades para quem pretende adquirir algum ativo. Como já falamos que as crises são passageiras, sabemos que os preços voltarão ao normal eventualmente, gerando lucros ou simplesmente boas compras. Vale lembrar que o cenário atual de eleições + crise turca está gerando boas oportunidades para quem investe em renda variável;

2) Quando estamos recebendo um bom dinheiro por mês, em razão de um bom salário ou bons lucros,  tendemos a não nos preocuparmos tanto com as despesas, pois há entradas suficientes para a cobertura das mesmas. Assim, temos uma gestão menos eficiente. Quando a situação piora, contudo, passamos a ter maiores cuidados na hora de gastarmos nosso dinheiro, pois ele está mais escasso. Essa atitude, se mantida quando da recuperação da economia, tende a tornar nosso negócio mais sustentável e robusto, com melhores resultados;

3) “A necessidade é a mãe da invenção”, ou seja, a crise faz com que sejamos mais criativos na busca de novas soluções, gerando novas possibilidades de ganhos;

4) Para quem pensa em abrir um negócio, pode ser interessante fazê-lo na crise, caso haja um bom planejamento. Isso ocorre porque, em razão do disposto no item 2), uma empresa que já nasce com uma gestão mais eficiente e consegue sobreviver na crise, poderá ter um desempenho superior em um período de crescimento;

5) Há tipos de negócio que são mais rentáveis na crise, como as consultorias, empresas especializadas em renegociação de dívidas, empresas de inovação entre outros, pois há maior demanda por esses serviços quando a economia não está indo bem.

DICA DO CONSULTOR

É importante entendermos os ciclos de crise e de crescimento, sabendo que nenhum deles é eterno. Com isso em mente, é possível estar preparado(a) para qualquer adversidade, aproveitando as oportunidades de cada situação.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *