O que é o Android Pay?

NFC-pagamentosHoje em dia, os celulares estão agregando uma gama cada vez maior de funcionalidades. Em breve, tudo poderá ser feito por meio dele. Dentro desse cenário, há um tempo falamos sobre as tecnologias que estão substituindo os cartões bancários e, nessa semana, foi lançado de forma oficial o Android Pay no Brasil. Hoje vamos falar sobre isso.

Primeiramente, é importante ressaltar que o blog Consultor Bancário não recebeu qualquer tipo de incentivo, monetário ou não, de qualquer empresa envolvida nesse projeto para a realização dessa postagem. A motivação foi a de abordar um tema novo relacionado aos temas tratados nesse espaço. Qualquer dúvida, poste nos comentários ou entre em contato por meio do formulário abaixo.

Voltando ao tema, trata-se de um serviço que já vinha sendo oferecido por alguns bancos referentes aos seus cartões de crédito, utilizando a tecnologia NFC (Near Field Communication) e que agora foi incorporado à plataforma do Google. Nele, você vai cadastrar o seu cartão de crédito e, na hora de efetuar o pagamento de suas compras nas lojas, acessará o aplicativo e aproximará seu celular da máquina de cartão, sem a necessidade de utilizar o cartão fisicamente.

Trata-se de uma tecnologia que confere mais segurança às transações, pois impede a clonagem dos cartões e a perda dos mesmos. Além disso, confere maior facilidade, pois você não precisará estar de posse do cartão para fazer compras.

Mesmo que inicialmente esteja limitado apenas aos cartões da bandeira Visa de alguns bancos, o anúncio feito é importante para ampliar o cartões e bancos participantes (a bandeira Mastercard já está em negociação) e os estabelecimentos habilitados (em alguns casos é necessário substituir a máquina).

OBS: Como o próprio nome diz, trata-se de uma aplicação exclusiva para os celulares com sistema operacional Android. A Apple possui um serviço chamado Apple Pay, ainda não disponível no Brasil.

Existem outras serviços como o PayPal e o Visa CheckOut que permitem o cadastramento do cartão de crédito para utilização de forma unificada, mas esses são utilizados, por enquanto, apenas para compras on-line.

De qualquer forma, é mais um passo na modernização das transações financeiras no Brasil.

E você gostou da novidade?

Até a próxima!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *