O que é CDS?

CDSNão confunda com CDB (Certificado de Depósito Bancário), que já abordamos anteriormente.

Nesse caso, trata-se de uma sigla em inglês que significa “Credit Default Swap”, que na prática é um seguro feito no exterior para garantir uma dívida. Caso o devedor não pague, a seguradora reembolsará o credor pelo valor emprestado.

Mas porque isso é importante para nós?

O Brasil possui operações de crédito tomadas no exterior a partir de títulos emitidos (como os do Tesouro Direto). Ocorre que, quanto maior for o risco atribuído a esses títulos, maior será o prêmio (valor do seguro) exigido, o CDS. Esse prêmio é medido nos chamados pontos base. Assim, quando é dado um CDS de 200 pontos base, significa que a seguradora está cobrando 2% do valor da operação para segurá-la.

Esse CDS dos títulos de dívida brasileiros também é muitas vezes chamado de Risco Brasil, um nome mais comumente utilizado.

Como tratamos diversas vezes, maior risco significa maior retorno exigido pelo investidor. Assim, quanto maior foi esse prêmio exigido para segurar a dívida brasileira, maior será o retorno exigido dos investidores externos, o que pode causar um aumento nas taxas de juros brasileiras (SELIC meta) para compensar o risco de inadimplência do governo brasileiro.

Vivemos, atualmente, um cenário de queda nas nossas taxas de juros e a redução do CDS exigido (de 469,42 pontos base em 15/01 para 198 pontos base no último dia 24/08), confirmando uma maior confiança dos agentes externos e indicando que, no ritmo que estamos, não será necessário aumentar a remuneração dos investidores estrangeiros por meio da SELIC meta.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *