Novos prazos de liquidação na bolsa

Conforme divulgado pela B3 (Brasil, Bolsa, Balcão – Bolsa de Valores brasileira), a partir da última segunda-feira (27/05), os prazos do ciclo de liquidação das operações negociadas na Bolsa de Valores passaram a ser de D+2, ou seja, dois dias úteis após a concretização da negociação. O prazo anterior era de D+3.

Assim, as ações compradas no dia 27/05 foram debitadas na conta dos investidores no dia 29/05, não no dia 30/05, como era antes. Da mesma forma, quem vendeu ações no dia 27/05, recebeu o crédito na conta no dia 29/05.

Essa medida, segundo a B3, o chamado “Projeto D+2” traz as seguintes vantagens:

  • Reduzir os riscos de contraparte, ou seja de que algum dos participantes não cumpra o combinado. Isso ocorre porque, com a liquidação antecipada, há menos risco de o valor destinado à transação ser utilizado em outra finalidade;
  • Tornar mais eficiente os processos, inclusive reduzindo custos;
  • Diminuir o risco operacional;
  • Aumentar a disponibilidade de capital, pois os valores referentes às vendas realizadas passam a estar disponíveis para utilização um dia antes.

Em breve, os fundos de investimento de renda variável também terão seus prazos alterados, dos atuais D+4 para D+3, refletindo esse ganho de prazo.

Trata-se de um ganho e eficiência para o mercado financeiro brasileiro, com impacto positivo para todos os envolvidos. Essa é mais uma medida adotada para modernizar os investimentos disponíveis aos aplicadores brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *