Novidades no rotativo dos cartões de crédito

cartao-de-credito-jurosConforme vinha sendo especulado e adiantado pela mídia, no dia 26/01 o Banco Central divulgou a Resolução 4.549, que traz uma importante mudança nos juros do chamado Rotativo dos cartões de crédito.

Primeiramente, vale explicar que o rotativo do cartão é a diferença entre o valor total da fatura e o valor pago. Por exemplo, se a fatura foi de R$ 500,00 e você pagou R$ 400,00, os outros R$ 100,00 vão formar o rotativo, incidindo altíssimas taxas de juros (em média, as maiores entre todas as linhas de crédito). Com isso, muitas pessoas, quando não podiam pagar o total da fatura, entravam em uma “bola de neve”, pois no mês seguinte tinham dificuldades em honrar o saldo do mês anterior mais os juros.

Buscando uma solução para bancos (em função do risco dessas operações dado a alta inadimplência) e para os clientes (melhores condições de pagamento), foi editada essa nova Resolução.

Ela prevê que esse crédito rotativo seja aplicado somente até a próxima fatura do cliente. Após esse prazo (ou antes, a cargo do banco), o valor ainda não pago (desconsiderando às compras parceladas ainda não vencidas) deve ser parcelado para o cliente em condições melhores do que as do rotativo, como em um crédito pessoal.

Assim, o banco diminui seu risco (pois o cliente assume um compromisso mais factível de pagamento) e o cliente passa a pagar menos juros e poder organizar melhor o pagamento.

DICA DO CONSULTOR

Mesmo com essas mudanças, não pagar o total do cartão de crédito ainda é muito caro.

O que achou da novidade? Conte nos comentários.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *