Não faça sacrifícios, faça escolhas

defina-suas-escolhas-Fomos criados com a ideia de que as coisas boas tem que, necessariamente, vir com sacrifícios. Quem nunca sentiu um desânimo ao ouvir ou pensar isso?

Sacrifício está relacionado a abrir mão de algo que queremos, em favor de outra coisa, que queremos ou precisamos. Nesse mesmo conceito, nos sentimentos desestimulados em assumirmos atitudes de mudança, pois mudar significa “sacrificar” o que já temos para buscarmos algo novo, significa perder, abrir mão. E ninguém gosta de abrir mão de algo, seja dinheiro, emprego, tempo…

E se existisse uma forma de encararmos positivamente essas mudanças e entendermos que estamos ganhando com a troca? Será que existe uma forma de “desapegarmos” de algumas coisas em detrimento de outras?

Vamos supôr que você está trocando seu carro antigo por um mais novo. Você está fazendo um sacrifício ou uma escolha? E quando você opta por um restaurante ao invés de outro?

O raciocínio que quer propôr é simples: lembra quantas vezes falamos em foco e prioridade? Se algo é prioritário, significa que é mais importante do que o restante. Logo, as coisas, ou situações, das quais abrimos mão são, na verdade, fardos que nos atrapalham no alcance do nosso objetivo. Se pensarmos sob a ótica de escolha, ficamos mais confortáveis para sairmos de uma situação e irmos para outra.

Você pode escolher iniciar um curso, que diminuirá seu tempo de lazer no curto prazo, mas permitirá que você esteja mais qualificado(a) na empresa em que trabalha ou da qual é dono(a). Da mesma forma, seu atual emprego pode estar limitando suas possibilidades de realização profissional, seja em um novo emprego ou em um negócio próprio. O mesmo vale para velhos hábitos financeiros e investimentos que não atendem o nosso perfil e nossas necessidades.

Às vezes, escolhemos dedicar uma parte do tempo que era da família, no curto prazo, para termos darmos um futuro melhor a ela e podermos aproveitar melhor os momentos juntos, sendo esse o objetivo final nesse exemplo.

Quando seu objetivo é claro, não há sacrifícios para alcançá-lo.

DICA DO CONSULTOR

Tudo é uma questão de ponto de vista. Defina qual sua prioridade e foque nela. Assim, sua tomada de decisão será muito mais assertiva e você terá menos arrependimentos. Não mude apenas por mudar. Mude quando a nova situação tem o potencial de lhe fazer mais feliz.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *