Invista na vida

40057416_293727708095000_7211539437635764224_nEm 2015 foi criada a campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio, considerado um problema de saúde pública no Brasil, causando mais mortes do que doenças como AIDS e câncer.

Mas o que essa campanha tem a ver com finanças? Tudo!

Primeiramente, entre as causas de suicídio, os problemas e as frustrações financeiras não podem ser ignoradas. Elas são uma grande causa de depressão, uma das portas de entrada para tendências suicidas.

O aspecto mais importante, porém, é o de que, independente do seu perfil, vale a pena investir na vida!

Essa fagulha nos move e permite que façamos muitas coisas boas para nós e para as pessoas à nossa volta, mesmo as que não conhecemos. Permite também corrigir nossos erros, pois, somente estando vivos podemos buscar a solução para nossos problemas.

Assim como um investimento, do qual não devemos sair quando estamos perdendo dinheiro, não devemos desistir de viver quando as coisas não estão indo bem. Nessas situações, devemos refletir e aprender com as situações que não nos agradam, gerando crescimento (lucro).
Investir na vida tem a garantia de um rendimento muito interessante: a chance de fazer novas escolhas e viver novas experiências.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) é o responsável pela campanha Setembro Amarelo e possui muito material importante sobre esse assunto. Convido você a acessar os sites www.setembroamarelo.org.br e www.cvv.org.br. Além disso, o telefone 188 realiza atendimentos 24h para quem precisa. Se você está na dúvida quanto a ligar ou não, LIGUE!

DICA DO CONSULTOR

Conversar é a melhor solução. Se você não está se sentindo bem e pensa em desistir de tudo, converse com um amigo, familiar, ou com o CVV. Dê uma chance à vida.

Por outro lado, se você conhece alguém que está precisando de ajuda, ofereça-se para conversar e, principalmente, ouvir essa pessoa. Muitas vezes, a solidão acelera uma decisão de pôr fim à própria vida.

Participe do #SetembroAmarelo e invista na vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *