Índices ANBIMA – Parte 1

IMA 1Depois de falar sobre o Ibovespa, principal referência do mercado de ações brasileiro, hoje vamos iniciar a abordagem dos índices divulgados pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). Essa é a mesma Associação que realiza as certificações CPA-10, CPA-20, CEA e CGA, abordadas anteriormente.

Podemos dividir esses indicadores em quatro grupos, que serão abordados ao longo das próximas postagens e servem como referência aos seus respectivos mercados. São eles:

Índices de Mercado ANBIMA (IMA) – Carteiras teóricas que avaliam o comportamento de títulos públicos federais prefixados, pós fixados e indexados com diversos vencimentos

Índices de Duração Constante ANBIMA (IDkA) – Carteiras teóricas que buscam avaliar o comportamento de públicos federais prefixados e indexados a partir de vencimentos pré definidos, de 3 meses a 30 anos

Índices de Debêntures ANBIMA (IDA) – Indicador que representa uma carteira teórica de debêntures e a variação de seus preços de mercado

Índice de Hedge Funds ANBIMA (IHFA) – Índice que busca representar o comportamento de uma carteira teórica de hedge funds (fundos de proteção, em tradução livre) oferecidos no Brasil

Para que possamos abordar corretamente esses Índices, é importante, contudo, tratarmos de um termo chamado duration. Ele pode ser definido, simploriamente, como o prazo médio de vencimento de um título ou carteira de títulos. É também uma medida de risco dentro dos títulos de renda fixa prefixados e indexados, pois as variações na taxa de juros futura geram maior impacto na rentabilidade dessas aplicações conforme maior for seu prazo médio de vencimento.

Fique ligado(a) nas próximas postagens!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *