Dica de Livro #5

AxiomasSeguindo com as dicas de leitura, hoje vou falar de um livro considerado clássico para os investidores, “Os Axiomas de Zurique”, escrito por Max Gunther. Essa obra traz, segundo o autor, os 12 mandamentos (axiomas) dos investidores suíços de sucesso.

Conforme relata no livro, seu pai era um banqueiro suíço que foi para os EUA, onde dirigiu uma filial da União de Bancos Suíços. Em suas reuniões, tratava de algumas “receitas” para ter sucesso nas especulações (investimentos de curto prazo). Tratava-se de um conhecimento construído ao longo dos anos e sem a devida formalização.

Com o tempo e curiosidade, Max foi aprendendo e compilando esses ensinamentos em 12 leis maiores, chamados Axiomas de Zurique. A partir deles, também criou outros,  chamados axiomas menores, derivados dos maiores.

Vou apresentar 7 desses mandamentos. Quanto aos demais, fica a curiosidade a ser sanada no livro:

1º Grande Axioma: É importante e necessário correr algum risco se queremos ter retorno financeiro. O autor frisa que “se você não está preocupado, não está arriscando o bastante”, indicando que o risco não é ruim, mas um componente importante na especulação;

2º Grande Axioma: Evite a ganância. Max Gunter conta, nesse Axioma, que é importante colocar metas de rentabilidade e, assim que alcançadas, desinvestir. Além disso, uma vez vendido um ativo, o conselho é de que você deixe de acompanhar os preços e não fique com uma sensação de perda, achando que retirou “cedo demais”. Assim, você evita uma frustração desnecessária, pois, assim como poderia ter ganho mais, poderia ter perdido também, o que leva ao…

3º Grande Axioma: Se o barco afundar, abandone. Esse Axioma trata da necessidade de definir pontos de saída quando as coisas não vão bem. Se você fez um investimento e, ao invés de ganhar, você só perde dinheiro nele, não adianta ficar esperando. É melhor sair com um pequeno prejuízo do que “morrer abraçado” em um investimento ruim;

4º Grande Axioma: O comportamento humano não é previsível e não existe nenhuma fórmula que permita prever o futuro. O máximo que conseguimos, segundo o autor, são bons “chutes”. Assim, não siga os gurus que afirmam saber exatamente o que vai acontecer, porque eles não sabem;

5º Grande Axioma: O perigo das “receitas de sucesso”. Esse é um tema também já abordado por aqui, não há uma fórmula pronta que garanta o sucesso dos seus investimentos. Diversas pessoas tentaram desenvolver essa “Fórmula Mágica”, mas ela simplesmente não existe;

6º Grande Axioma: Não crie raízes, tenha mobilidade. Os motivos para que você mantenha determinado investimento devem ser apenas relacionados à possibilidade de ganhos futuros, nada além disso. Não significa que você deve ficar “pulando” de um investimento para outro, mas também deve estar sempre disposto(a) a mudar, caso seja vantajoso;

7º Grande Axioma: Só acredite em palpites que possam ser explicados. Muitas vezes temos a “intuição” de que é hora de investir em determinado ativo, mas sempre devemos nos perguntar o motivo dessa intuição. Se pudermos atribuí-la a algum evento ou informação que temos, o sinal está verde para que seja seguida. Por outro lado, se não for possível explicar esse palpite, abandone-o.

A partir dos Axiomas, podemos criar um conceito único, que os resume: “Não devemos nos apegar demais aos investimentos em si, mas buscar o melhor proveito deles, sempre estudando e analisando antes de tomar uma decisão.”

Se pararmos pra pensar, essas regras fazem sentido e são muito úteis aos investimentos, principalmente quando tratamos da especulação, expressão recorrente ao longo de todo o livro.

Com certeza, trata-se de uma leitura obrigatória àqueles que buscam entender o funcionamento do mercado financeiro e como obter melhores rentabilidades a partir dele.

Você pode comprá-lo via Amazon, direto no link abaixo:

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *