Certificações do Mercado Financeiro – Parte I

CertificaçãoRecentemente, recebi a sugestão de uma postagem sobre as certificações disponíveis para os profissionais do mercado financeiro, seja em bancos, corretoras, fintechs, etc. São muitas opções, divididas entre diversas entidades reguladoras, uma verdadeira “sopa de letrinhas”.

A intenção dessa postagem é a de falar um pouco sobre cada uma, qual sua finalidade e quem é responsável por fazer a certificação. Para que a leitura não fique muito cansativa, vamos dividir o conteúdo em duas partes, sendo a primeira hoje e a segunda na semana que vem.

Vamos lá?

Certificador: Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – Anbima

Certificação Profissional Anbima – Série 10 (CPA-10): Trata-se do nível mais básico de certificação. É destinado aos profissionais que realizam a venda de produtos de investimento nas agências bancárias ou plataformas de atendimento. Se você pretende candidatar-se a trabalhar em um banco, esse é um bom ponto de partida e a própria Anbima disponibiliza material gratuito para estudo nesse link;

Certificação Profissional Anbima – Série 20 (CPA-20): Direcionada aos profissionais que realizam a venda de produtos e serviços financeiros para clientes do varejo alta renda, private, corporate e investidores institucionais. O profissional que possui a CPA-20 não precisa fazer a CPA-10;

Certificação Especialista em Investimentos Anbuma (CEA): Direcionada aos profissionais que orientam os gerentes de contas de pessoas físicas em investimentos. Essa certificação sobrepõe-se às CPAs 10 e 20. Assim, um profissional que possua a CEA não precisa renovar ou certificar-se nas CPAs;

Certificação de Gestores Anbima (CGA): Certificação voltada aos profissionais que trabalham na gestão de recursos de terceiros. É realizada em dois módulos. Os profissionais que possuem a CFA (descrita abaixo) podem fazer apenas uma prova complementar sobre o mercado brasileiro.

Certificador: Associação Brasileira dos Planejadores Financeiros – Planejar

Certified Financial Planner (CFP): Certificação internacional, adaptada à realidade brasileira. Os profissionais com essa certificação estão habilitados a atuar em todas as áreas do planejamento financeiro pessoal, desde os investimentos financeiros, até planejamentos fiscal e sucessório, entre outros. A prova é dividida em 6 (seis) módulos, que podem ser feitos individualmente ou de forma conjunta. Além da prova, o profissional deve possuir formação superior e comprovar pelo menos 1 (um) ano de experiência supervisionada ou 3 (três) anos, se não supervisionada,  no atendimento financeiro a pessoas físicas.

Na próxima semana, trataremos das demais certificações. Fique ligado(a) e até lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *