Método Pré Pago

Já está muito difundida a cultura dos produtos pré pagos, desde celulares, até TVs por assinatura e cartões, entre outros. Trata-se de uma modalidade de contratação onde o cliente define previamente quanto vai utilizar de um determinado serviço. Geralmente o custo unitário (ex: minutos) é maior do que nas modalides de utilização "livre", pois limita a relação entre empresa e cliente. Pensando sobre esse assunto identifiquei que esse raciocínio também pode ser utilizado nas nossas finanças pe...
Leia mais ›

O que são derivativos?

Quando os juros caem, como ocorreu na última reunião do COPOM, que reduziu a meta SELIC para 6,75%, alguns investidores tendem a buscar novas alternativas, com maior risco, para obter maior rentabilidade. Além das ações e debêntures, já abordados, existem também os derivativos, ou seja, instrumentos financeiros cuja rentabilidade deriva (por isso o nome) de outros. Sua principal função é a de proteção (também chamada de hedge) contra as oscilações dos ativos em questão. Muitos, porém, utiliza...
Leia mais ›

Não se afobe…

Nas duas últimas semanas, vimos a bolsa de valores mostrar grande valorização das ações brasileiras e o dólar despencar. Em razão disso, muitas pessoas correram para comprar dólares, mesmo sem precisar, e ações por acharem que tem a possibilidade de ganhar dinheiro com um aumento ainda maior. Em alguns dias, no entanto, esse movimento se inverteu, causando perdas para alguns investidores afobados. Já falamos antes sobre os problemas do pensamento de curto prazo e hoje vamos aprofundar um pouc...
Leia mais ›

Mudanças no cálculo da TR

No último dia 18/01, o Banco Central divulgou, por meio da Resolução 4.624, alterações no cálculo da TR, criada em 1991 e que é utilizada na remuneração da poupança, em algumas linhas de financiamento imobiliário, entre outros. A resolução altera também a metodologia de cálculo da TBF (Taxa Básica Financeira), taxa que dá origem à TR, conforme já explicado nesse blog (link acima). A principal mudança é quanto à origem dos valores. Até essa data, a TBF era calculada com base na média das taxas...
Leia mais ›

Cheque Especial

Recentemente os juros do Cheque Especial voltaram aos noticiários, em razão de uma intenção da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) em discutir mecanismos para redução desses encargos. Mesmo que a taxa de juros dos cartões de crédito sejam consideradas as mais altas, com o cheque especial em segundo lugar, mudanças recentes na regulamentação determinam que as dívidas de cartão sejam parceladas após 30 dias, diminuindo os custos ao longo do tempo. Dessa forma, as atenções estão voltadas à...
Leia mais ›

A Educação Financeira dos Brasileiros

No último dia 08/01, o Banco Central divulgou o resultado de uma pesquisa desenvolvida em parceria com a Serasa e o Ibope. Nessa pesquisa, foi verificado o grau de Educação Financeira dos brasileiros. Abaixo, alguns pontos relevantes identificados pela pesquisa: - Entre os entrevistados, 56% assumiram não fazer orçamento doméstico ou familiar; - Um total de 69% afirmaram não ter poupado nenhuma parte da renda recebida nos últimos 12 mesess; - Antes de fazer uma compra,  72% dos entre...
Leia mais ›

Está lançado o Desafio do Consultor

Você atingiu seus objetivos financeiros de 2017? Diante dessa pergunta, muitos respondem não. Você sabe porque isso acontece? Falta de planejanento. A primeira postagem de 2018 te ajudará a planejar o atingimento de suas metas financeiras. Primeiramente, é importante termos em mente que mais importante do que fazer as famosas promessas de ano novo, devemos fazer projetos que sejam desafiadores e factíveis, pois, com exceção dos ganhadores da Mega Sena da virada, nossa realidade financeira ...
Leia mais ›

Prazo maior para saques em espécie

No último dia 27/12 entrou em vigor a Circular BACEN 3.839, que prevê que os saques em espécie de valor a partir de R$ 50 mil sejam agendados com 3 dias úteis de antecedência. Essa circular foi publicada em 28 de junho desse ano e determinou um período de carência de 180 para sua vigência. Para saques entre R$ 5.000,01 e R$ 49.999,99 segue o prazo de 24h úteis de antecedência. As movimentações (por exemplo, saques e TEDs) a partir de R$ 50.000,00 também deverão ser registradas pelos bancos...
Leia mais ›

Mudanças no Fundo Garantidor de Crédito

No dia 21/12/2017, o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou uma importante alteração no Fundo Garantidor de Crédito (FGC), fundo que garante diversas aplicações, como CDB, LCA, LCI e Poupança em caso de "quebra" de determinado banco. Para as aplicações efetuadas até esse dia (21/12), segue a cobertura de R$ 250.000,00 por CPF e por banco, sem limite, que privilegiava a pulverização dos investimentos e beneficiava bancos pequenos e médios. Isso porque o risco dessas instituições era relevad...
Leia mais ›

Inflação baixa é ruim?

Nas últimas projeções do mercado para nossa economia, retratadas no relatório Focus do Banco Central, espera-se que a inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) termine 2017 acumulada em 2,88%. À primeira vista e considerando o histórico brasileiro com esse indicador, seria o caso de estarmos comemorando. Mas não é necessariamente o caso. Isso acontece porque o Conselho Monetário Nacional, órgão máximo do nosso Sistema Financeiro, define uma meta para a inflação. Para...
Leia mais ›